This page needs JavaScript activated to work.

Introduza o nome da sua empresa

Introduza o nome da cidade onde o seu hotel está localizado

Preencha o código do país

Introduza o seu número de contacto

Introduza o seu endereço de email Certifique-se de que incluiu o símbolo "@" no endereço de email

Introduza o seu apelido

Introduza o seu nome próprio

Selecione o seu tipo de pedido

Contacto Acesso clientes

Como é que os pagamentos online estão a redefinir a situação das reservas em hotéis

Publicado em 09 Maio 2019

Neste momento, estamos no início de uma importante fase de transformação em pagamentos on-line, e o nosso objetivo na D-EDGE é ajudar os hotéis a prever as novas tendências e prepararem-se para tirarem partido das mesmas. É por isso que vamos publicar uma série de postagens em blogs sobre o futuro dos pagamentos no setor hoteleiro. Começámos no mês passado com a opinião de Julien Touraine, Diretor Geral de Vendas e hoje o nosso CTO Antoine Buhl aborda o tópico em mais profundidade sobre esta peculiaridade no setor hoteleiro.

Sejamos claros. O assunto dos pagamentos online poderá não ser o mais atraente dos tópicos – mas é muito importante. E é por isso que estamos mesmo no início de uma fase de transformação importante nos pagamentos online.
Na D-EDGE, gostamos de jogos. Um deles é o clássico “Encontrar o elemento diferente”! Dedique um momento a pensar no modo como compramos online o seguinte: bilhetes de avião, de comboio, roupas e hotéis.
É isso mesmo. O hotel é o elemento diferente. Por uma razão qualquer, continua a ser uma compra que não estamos necessariamente obrigados a pagar antes de consumir o serviço. Frequentemente, é no fim, ao fazer o checkout.
Mas questionemo-nos sobre o que este processo de compra tem de tão especial, comparado com aspetos semelhantes com que estamos familiarizados no restante mundo do comércio eletrónico ou mesmo nos bilhetes de avião?

 
Não lhe salta à vista como sendo estranho? Imagine que vai viajar de avião e de repente, ao aterrar, a tripulação aborda-o e logo após desembarcar pede-lhe que pague. Acharia uma loucura – mas isto é o que fazemos diariamente quando saímos de um hotel. É algo de verdadeiramente único na indústria hoteleira.
 
Mas se pensar nisso, na verdade causa muita perturbação. Acho perfeitamente justo que nos perguntemos o seguinte: será que o cliente quer mesmo isto? Precisam dessa opção para dizerem: “Não obrigado, não vou comprometer-me agora, pago no fim da minha estadia.”
 
Se por exemplo fizer hoje uma reserva através da Airbnb, de uma ou duas semanas numa vivenda, pagará o total da sua estadia antes mesmo de entrar na vivenda. O método tradicional dos hotéis não é uma prática a que estes utilizadores da Airbnb estejam habituados.
 

 
Estão habituados a situações semelhantes no mundo do comércio eletrónico. E isso é uma das razões pelas quais o pagamento online na indústria hoteleira vai evoluir ao longo dos próximos anos – e o mesmo acontecerá com as reservas. E na D-EDGE já assistimos a vários dos nossos clientes hoteleiros optarem por informarem que algumas ofertas e reservas estão sujeitas a pré-pagamento.
 
São simplesmente ofertas, mas são todas pré-pagas. E resulta. Resulta mesmo muito bem. Por isso, algumas OTAs decidiram valorizar a ideia de que uma reserva é mais facilmente alterada ou adquirida pelo cliente se “CANCELAMENTO GRÁTIS” estiver claramente indicado por todo o lado, em carateres verdes intermitentes. Sim, vai dar lugar a um número de reservas ligeiramente superior, mas pelo preço de uma taxa de cancelamento extremamente elevada. As principais OTAs que usam este tipo de argumentos podem sofrer uma taxa de cancelamentos até 50%!
 
Promover reservas pré-pagas simples e claras é uma forte tendência em que é fortemente encorajado a participar.
 
Não será o momento de mudar?

 
 
Antoine Buhl – Director de Tecnlogia – D-EDGE
Comencé como empresario después de terminar mis estudios, ayudando a lanzar varias start- ups, incluidas Hypnotizer (video streaming) y PixVillage (compartir fotos). Me uní a D-EDGE para desarrollar tanto la plataforma como los productos. Soy un apasionado de la creación de apps innovadoras y de todo los procesos relacionados para que llegar a hacerlas exitosas.

Também pode gostar de

Livro branco
Publicado em 17 Novembro 2020

Na sequência do nosso estudo muito difundido sobre o panorama da distribuição na Europa,…

Blogue
Publicado em 07 Outubro 2020

Nos últimos anos, tem havido uma mudança na estratégia hoteleira: de uma lógica centrada…

Blogue
Publicado em 25 Setembro 2020 por Antoine Buhl - CTO

Mais do que nunca, os hoteleiros precisam de soluções flexíveis, que se adaptem ao perío…

Nota de imprensa
Publicado em 29 Julho 2020

A D-EDGE lança a versão mais recente do seu online Hospitality Recovery Tracker.

Livro branco
Publicado em 30 Junho 2020

No seguimento do nosso relatório de 2017 sobre o estado do metasearch, efectuámos uma ac…

Blogue
Publicado em 02 Junho 2020

Como mostra o nosso a actividade do hotel começa a ter uma boa recuperação em vários paí…